O objetivo do projeto é conceber, desenvolver e construir um protótipo demonstrando uma unidade de saúde e módulos anexos. O protótipo deve funcionar com soluções tecnológicas em arquitetura, para dirimir a visão de que a água é um bem abundante e secundário no processo de cura. O protótipo também visa demonstrar soluções que fortaleçam a eficiência hídrica e conscientizar sobre a importância da água.

O protótipo se destaca dos demais porque não é liderado pelo setor privado, e sim, por professores de universidades parceiras federais (UnB, UFMT, UFMG e ESCS) e do Instituto Federal de Goiás, campus Anápolis. Além disso, como parte de sua fundamentação, um estudo etnográfico das interações entre técnicos e pacientes está sendo conduzido a partir do Hospital de Apoio do Distrito Federal e será levado para todos os hospitais da rede do DF por meio de questionários.

O projeto arquitetônico do protótipo ainda está em desenvolvimento e por isso não foram disponibilizadas ainda imagens do projeto. O protótipo também já foi contemplado com recurso da FAP-DF, por meio da qual estão sendo desenvolvidos os estudos preliminares.